Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas. (2 Timóteo 4.3,4) - Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina. (Tito 2.1)

sábado, 17 de maio de 2008

História dos Hebreus

História dos Hebreus
Flávio Josefo foi um escritor e historiador judeu que viveu entre 37 e 103 d.C. Seu pai foi sacerdote e sua mãe descendia da casa real hasmoneana. Instruído na vasta cultura judaica, falava perfeitamente o latim e o grego. Logo demonstrou intenso zelo religioso, filiando-se ao grupo dos fariseus. Durante toda sua vida, seu povo esteve sob o domínio de Roma. Em 66 d.C., irrompeu a revolta dos judeus contra os romanos. Josefo foi enviado para dirigir as operações contra o inimigo na turbulenta Galiléia. Aí ele logrou algumas vitórias, mas, derrotado, rendeu-se ao exército de Tito. Finda a guerra, é conduzido à capital do Império, onde lhe é conferida a cidadania romana e também uma pensão do Estado, época em que lhe foi dado o nome de Flávio. Em Roma, ele viveu até o fim de sua vida, escrevendo a obra que atravessaria os séculos e chegaria até nós. Depois da Bíblia, é a maior fonte de informação sobre os impérios "da antiguidade, o povo judeu e o Império Romano.

downloadTamanho: 1.3Mb
Clique na Caixa