Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas. (2 Timóteo 4.3,4) - Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina. (Tito 2.1)

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Alterações da Palavra

AlteraçõesO VATICANO EM SEUS CONCÍLIOS ALTERA AS DOUTRINAS CRISTÃS

Os papas sempre desejaram uma linha de sucessão com S. Pedro, interpretando que Cristo edificou Sua Igreja sobre esse apóstolo. Para isso, embaralharam as palavras gregas 'Petra e Petros" (ver Mat. 16:18), fizeram uma péssima exegese e trapacearam na interpretação confundindo a Cristandade. "Petros" quer dizer fragmento de pedra e "Petra" significa rocha (que no texto e no contexto é Cristo. Jesus disse a Pedro: "Sobre ESTA "Petra" edificarei Minha Igreja" e não disse. Sobre ESSA pedra, "petros". Nenhum autor grego jamais empregou a palavra "petra" no sentido de "petros". (H. Liddel, Grek English Lexicon, in loco). Cristo edificou Sua Igreja sobre Si mesmo e não sobre Pedro.

ABAIXO AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES NAS DOUTRINAS CRISTÃS:

1965 - Maria é proclamada a mãe da igreja.

1950 - “Decretaram" a Assunção de Maria.

1870 - Infalibilidade do papa.

1854 - Dogma da Imaculada Conceição.

1546 - Acrescentaram livros apócrifos nas Sagradas Escrituras.

1229 - Proibiram a leitura da Bíblia.

1215 - Instituída a Transubstanciação.

1216 - Iniciaram a "confissão auricular" (confissão de pecados aos padres).

1200 - Instituíram a hóstia ao invés da Ceia do Senhor que Cristo deixou.

1190 - Venda de indulgências, (perdão de pecados pôr dinheiro).

1184 - Instituída a Inquisição. A Igreja faz milhares de vítimas.

1090 - Aparece o rosário; tinha origem no Oriente.

1074 - "Decretam" o celibato sacerdotal.

933 - Instituem a "Canonização de santos".

830 - Começam usar "água benta e ramos bentos".

783 - Instituem o culto às imagens.

526 - Criada a "Extrema unção".

503 - "Decretam" o Purgatório.

431 - Instituído o Culto a Maria.

416 - Iniciam pela primeira vez o Batismo infantil.

394 - Substituem o Culto Cristão pôr missas.

375 - Culto aos santos e aos anjos.

325 - Imperador Constantino, a pedido de Eusébio de Nicomédia (um ariano), celebra o primeiro Concilio. (classificamos esse evento de gênesis do que viria a ser o Catolicismo)

320 - Começam a usar velas nas Igrejas, que é um hábito pagão. Não há nenhuma recomendação no N.T., para uso de velas.

310 - Instituído a "reza pêlos mortos". (Sem base bíblica)


O Estado do Vaticano para ser honesto, deveria selecionar os Santos que exibe nos Calendários, não mencionando como católicos os que viveram antes das alterações das doutrinas. São Genaro, pôr exemplo, tão festejado, viveu no 3.o Século e não podia supor que os papas iriam decretar as vendas de indulgências, a Transubstanciação, o Celibato, a inquisição e os dogmas de Maria. Se ele e centenas de outros, do Calendário estivessem entre nós, fariam opção pôr outras Igrejas Cristas, pois viveram a fé genuína tendo como regra os mesmos textos bíblicos que elas praticam.

Fica claro que a Igreja Católica não é legítima, pois os Santos, os "pais da Igreja" e os apóstolos jamais cultuaram Maria e as imagens, não ensinaram transubstanciação, purgatório nem foram Celibatários.
*A fonte das informações contidas
neste artigo são extraídas dos Livros
do Ex-Padre Anibal Pereira dos Reis
da Edições Cristã.